O Bar

No ano de 1995 um engenheiro mecânico tem sua carreira interrompida “meio que na marra” e aos 45 anos de idade, com uma excelente bagagem profissional e de vida tem que repensar novas atividades profissionais.

Casado, dois filhos e as voltas com o vestibular, era conhecido ate então, profissionalmente, como “Engenheiro Demétrio” e “Deis” para os mais íntimos.

Quem sabe agora não era a hora de dar asas a sua imaginação e vislumbrar um antigo sonho… TER UM BAR!
Um bar diferente, um bar carismático onde os amigos se sentissem em casa e pudessem jogar conversa fora, mas também teria que ser um bar onde os amigos pudessem levar suas esposas e filhos, pequenos ou grandes.

Também seria um bar onde pudessem se tristes, escutar uma boa conversar para voltarem para casa “sãos”, mas de alma lavada. Seria bom também, ser um bar onde as pessoas, e claro, os amigos, pudessem ouvir piadas de salão contadas por uma pessoa que o fizesse com graça e entusiasmo, que passasse por todas as mesas recebendo seus convidados com satisfação e alegria.

Depois de muito pensar, conjeturar, o sonho tornou-se uma ideia, que por sua vez começou a tomar forma… Projeto, local (importante) e a definição do cardápio (dois itens eram essenciais: chopp e picanha).
E em 27 de Novembro de 1996 o Bar do Deis abriu suas portas, sem grande alarde, sem inauguração, só para os amigos, exatamente como o Deis queria…

A partir daí, “Deis”, o apelido carinhoso dos tempos de ETEP (1968/70), passou a ser ouvido na noite joseense,
para estranhamento da família e dos mais chegados.

A engenharia continua no sangue e o engenheiro Deis, é claro, aproveita todo seu conhecimento para fazer do seu bar um local onde “Peso” e “Medida” é assunto sério.
Este ano o Bar do Deis está completando uma década, e como no sonho não existem clientes e sim amigos, esposas, filhos pequenos e grandes, e agora também netos, que o Deis adora pegar no colo e passear pelo salão.

Uma década de dedicação há um sonho que se torno u realidade, graças ao trabalho de uma boa equipe,
uma família coesa e, claro, os amigos.